DIA DO CONTADOR E ANO DA CONTABILIDADE…

 Por Júlio César Zanluca – Contabilista e Coordenador do Portal de Contabilidade

Uma justa homenagem precisa ser apresentada a todos os contabilistas deste Brasil, não apenas pela passagem do dia do Contador (22/Setembro) quanto também pelo ano da Contabilidade (2013).

As homenagens passam, mas o trabalho árduo e as dificuldades da classe contábil continuam. Ora é a Receita Federal, impondo obrigações acessórias incrivelmente complexas, ora é o Executivo, legislando com Medidas Provisórias e alterando, de forma súbita, a forma de apuração de tributos.

Já tenho comentado, em outros artigos, sobre a grande responsabilidade dos contabilistas e o enorme descaso dos governos (Federal, Estaduais e Municipais) sobre nossas atividades. Sindicatos e Conselhos de Classe têm feito contatos e uma certa pressão na mídia e sobre os parlamentares para mudar este estado de coisas, mas realmente parece que isto não está surtindo efeito, e a percepção é que a tensão entre contabilistas e os órgãos governamentais continua subindo.

Há casos extremos que, extenuados pela falta de reconhecimento, alguns contabilistas desistiram da profissão e conforma-se em realizar atividades menos complexas, e até com menor remuneração, somente para evitar o estresse do “patrão governo”.

Penso que o melhor é continuarmos insistindo, denunciando, valorizando a classe contábil e pressionando congresso, órgãos fiscalizadores e a mídia, denunciando o descaso com nosso trabalho e a grande relevância de nossas atividades para o crescimento econômico e social deste país.

Ainda que sindicatos e os conselhos de classe não estejam alcançando os resultados que todos esperavam, precisamos (pela participação e pelo voto) mudar este estado de coisas, priorizarem nossos pleitos e dirigir de forma mais constante nossas opiniões aos respectivos e ditos órgãos de representação profissional, sem esquecer de cobrar dos parlamentares e dos contatos com os representantes do poder uma forma mais respeitosa de tratar os assuntos que afetam diretamente nosso dia-a-dia profissional.

Um processo de mudança costuma ser demorado, mas nós os contabilistas deste país estamos conscientes que nada cai do céu, tudo precisa ser trabalhado e melhorado, o que não podemos é ficar parados à espera de uma “terceirização de solução”. A solução vem da união, da participação e da pressão sobre aqueles que estão nos comandos das normas deste país!

 

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>