COMO FUNCIONARÁ O FGTS DAS EMPREGADAS?

O patrão deverá depositar o valor equivalente a 8% do salário na Caixa Econômica Federal, como FGTS. Vale como base de cálculo do Fundo de Garantia o salário total, incluindo horas extras e adicionais noturnos. É preciso registrar a empregada numa agência da Caixa. Há discussões para reduzir o percentual, no caso das domésticas, e unificar a arrecadação com o INSS.

Esta entrada foi publicada em Trabalhista. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *