APÓS SUPERAR TETO, PREVISÃO DO MERCADO PARA INFLAÇÃO CAI PARA 6,5%

A expectativa de inflação do mercado financeiro para este ano, que havia superado pela primeira vez o teto do sistema brasileiro, registrou pequena queda na semana passada para 6,50% – no limite da meta de inflação – informou o Banco Central nesta segunda-feira (28).

De acordo com o relatório de mercado, também conhecido como Focus, que é fruto de pesquisa com mais de 100 instituições financeiras, a previsão dos economistas dos bancos para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 2014 passou de 6,51% para 6,50%. Com isso, foi interrompida uma sequência de sete altas consecutivas na estimativa. Para 2015, a expectativa de inflação do mercado ficou estável em 6%.

Pelo sistema que vigora no Brasil, a meta central tanto para 2014 como para 2015 é de 4,5%. Entretanto, há um intervalo de tolerância de dois pontos percentuais para cima ou para baixo. Desse modo, o IPCA pode oscilar entre 2,5% e 6,5%, sem que a meta seja formalmente descumprida. O principal instrumento do BC para controlar a inflação é a taxa de juros.

Quando a meta de inflação é descumprida, o presidente da autoridade monetária precisa escrever uma carta aberta ao ministro da Fazenda explicando as razões que motivaram o “estouro” da meta formal. No começo do ano, a inflação avançou com mais intensidade por conta do aumento dos preços dos alimentos – resultado das condições climáticas adversas (seca ou excesso de chuvas) no país.

 

Esta entrada foi publicada em Mercado Financeiro. ligação permanente.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>